SÍNDROME DE CHIMPANZÉ

TEATRO | BRASIL | 2013 

Nos primórdios da corrida espacial, ratos, cachorros e macacos foram enviados ao espaço em missões sem volta, como cobaias de uma tecnologia em construção. Mas nem todos os animais eram bons astronautas. Os chimpanzés são inteligentes o suficiente para perceberem quando estão em um experimento que não controlam, em uma prisão sem saída. Deprimidos ou destrutivos, eles deixavam de seguir seu treinamento, e a missão fracassava.

 


"O jogo de Cassal é justamente esse: elege-se e se manifesta uma regra para, logo em seguida, quebrar-lhe. O resultado, prazer puro, é a construção de uma obra cujo absurdo é metáfora e convite para o diálogo sobre a contemporaneidade das relações e das auto-relações... Foguetes Maravilha, de novo, está de parabéns."  
Rodrigo Monteiro | Crítico Teatral | Rio de Janeiro

"O colaborativo carioca Foguetes Maravilha aborda assuntos como a falência do modelo conjugal tradicional, lança mão de novos recursos cenográficos e narrativos e não perde a graça, jamais. As direções, dramaturgias e atuações de Alex Cassal e Felipe Rocha indicam que o fair-play carioca, o driblar com humor os reveses, não é apenas memorabilia dos anos 1960 e 1970. A lembrar os bons inícios do grupo Asdrúbal Trouxe o Trombone, a companhia mostra SÍNDROME DE CHIMPANZÉ, ficção científica na qual cosmonautas se veem isolados em estação espacial, após catástrofe nuclear na Terra."
Alvaro Machado | Carta Capital | São Paulo

EQUIPE
texto e direção | Alex Cassal
elenco | Felipe Rocha, Renato Linhares e Stella Rabello
direção de movimento | Alice Ripoll
assistência de direção | Marina Provenzzano
iluminação | Tomás Ribas
cenografia | Aurora dos Campos
direção musical | Domenico Lancellotti e Estevão Casé
doce é o amor | Bruno Di Lullo e Domenico Lancellotti
figurinos | Antônio Medeiros
foto | Felipe Lima
produção | Tatiana Garcias
realização | Foguetes Maravilha 

Espetáculo realizado com recursos do FATE (Fundo de Apoio ao Teatro), da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro.

APRESENTAÇÕES
Caixa Cultural | Curitiba, PR | 2017
Caixa Cultural | Brasília, DF | 2016
Teatro SESI Centro | Rio de Janeiro. RJ | 2015
Circulação Arenas Cariocas | Rio de Janeiro, RJ | 2015
Ocupação Sesc Belenzinho | São Paulo, SP | 2014

ESTREIA
Espaço Cultural Sérgio Porto – Projeto ENTRE | Rio de Janeiro, RJ | 09 de agosto a 01 de setembro de 2013

trailer
espetáculo integral