ALEX CASSAL: BIO



Alex Cassal é diretor, dramaturgo e ator, formado em História pela UERJ. Vive e trabalha entre o Rio de Janeiro e Lisboa. Nos anos 80, foi um dos fundadores do Movimento de Grupos de Teatro de Rua de Porto Alegre, nos quais contribuiu na busca de novas diretrizes para a arte em espaços públicos. Já trabalhou com criadores do teatro e da dança como Dani Lima, Alice Ripoll, Denise Stutz, Ricardo Chacal, Enrique Diaz, Gustavo Ciríaco, Michelle Moura, Emanuel Aragão e o Grupo Dimenti.
Juntamente com Felipe Rocha fundou em 2008 o grupo Foguetes Maravilha, responsável pelos espetáculos MORTOS-VIVOS: UMA EX-CONFERÊNCIA (2017), SÍNDROME DE CHIMPANZÉ (2013), NINGUÉM FALOU QUE SERIA FÁCIL (2011) e ELE PRECISA COMEÇAR (2008), entre outros. Há mais de uma década vem colaborando com a coreógrafa Dani Lima em espetáculos como 6 MODELOS PARA JOGAR (2015), 100 GESTOS (2012) e FALAM AS PARTES DO TODO? (2003).
Com Alice Ripoll realizou o curta-metragem JORNADA AO UMBIGO DO MUNDO (2007), exibido em países como Uruguai, Argentina, Cuba, Itália, Espanha, Alemanha, Grécia, Croácia, China e Japão.
Vem trabalhando com artistas portugueses como Tiago Rodrigues, Paula Diogo e Cláudia Gaiolas em criações como TIRANOSSAURO REX (20017), AS CIDADES INVISÍVEIS (2016), MUNDO MARAVILHA (2012), HOTEL LUTÉCIA (2010) e ESTÚDIOS (2009).
Seus trabalhos exploram a relação com o outro e o desvendamento dos mecanismos cênicos na criação de espaços de encontro e desafio artístico.

* * *

Alex Cassal is director, actor, author and historian. He lives between Rio de Janeiro and Lisbon and works with theatre, dance and performance. He worked with artists from theater such as Enrique Diaz and Tiago Rodrigues; and from dance such as Gustavo Ciríaco and Michelle Moura. Together with Felipe Rocha he created the group Foguetes Maravilha, responsible for shows such as NOBODY SAID IT WOULD BE EASY and HE NEEDS TO BEGIN . Since 2002, Alex participates in the creations of the choreographer Dani Lima in performances such as 6 MODELS KITS TO PLAY WITH, 100 GESTURES, and DO THE PARTS SPEAK OF THE WHOLE?. He wrote the plays CHIMPANZEE SYNDROME, HORSES HOTEL, FATAL SEPTET, ALCUBIERRE (for the show 2STORIES) and WORMHOLE (for the show HOTEL LUTÉCIA). He directed the video JOURNEY TO THE NAVEL OF THE WORLD already exhibited in countries such as Argentina, Mexico, Cuba, USA, Italy, Spain, France, Bulgaria, Portugal, Germany, Greece, Croatia, China and Japan. In Portugal, he wrote and directed recently the shows TYRANNOSAURUS REX and INVISIBLE CITIES. Alex’s work explores an intimate relationship with the audience and experiments a kind of alienation effect in the performance situation. He proposes the value of the individual experience and language as a tool which link our reality with the other’s one.

(ENGLISH)